Cultura | 09-02-2005 18:04

Trabalhos de deficientes no Sardoal

Os trabalhos de expressão plástica desenvolvidos em torno do tema "rostos" por jovens deficientes do Centro de Recuperação Infantil de Abrantes (CRIA) vão estar expostos entre hoje e dia 27 no Centro Cultural do Sardoal."Esta exposição é certamente muito especial, porque são telas que retratam afectos e emoções de artistas jovens, todos portadores de deficiência, que, pela arte, mostram a sua visão diferente do mundo e as suas capacidades artísticas", afirma a nota de divulgação da exposição.Patente ao público a partir da tarde de hoje, no átrio do Centro Cultural Gil Vicente, no Sardoal, a exposição inclui uma tela conjunta, em que cada um dos 16 artistas retratou a forma como vê a instituição que frequenta.Inclui também trabalhos individuais, concebidos ao longo de quase um ano na sala de expressão plástica do CRIA sob orientação do monitor José Carlos Veríssimo."Cada rosto representa um pouco de nós" foi o mote para o trabalho desenvolvido pelos alunos da área Educacional e pelos utentes do Centro de Actividades Ocupacionais do CRIA, acrescenta a nota.A inauguração da exposição inclui a representação da peça teatral "A Princesa Carochinha", pelo grupo de teatro CRIARTE, do CRIA, numa parceria entre esta instituição e a Câmara Municipal do Sardoal, que se repetirá dia 15 para as crianças dos jardins de infância e escolas do primeiro ciclo do concelho.A parceria do CRIA com a autarquia sardoalense inclui ainda a representação de uma outra peça do CRIARTE, "Fantasias", baseada em contos tradicionais portugueses, agendada para dia 19.O Centro de Recuperação Infantil de Abrantes é uma instituição particular de solidariedade social destinada a crianças com necessidades educativas especiais, procurando estimular as suas capacidades, nomeadamente através da vertente criativa e artística.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo