Cultura | 07-03-2006 16:55

Artemrede aposta no público jovem para 2006

Com pouco mais de um ano de vida, a associação cultural Artemrede fez chegar a cerca de dez mil pessoas espectáculos de teatro, dança, música, novo circo e cinema, para 2006 vai apostar no público mais jovem.Num balanço da sua actividade, apresentado ontem em Sintra, a Artemrede referiu que em 2005 promoveu um total de 30 espectáculos (113 sessões) - seis de teatro, três de dança, 12 de música, dois de novo circo/artes circenses, um de cinema e seis dirigidos especialmente a crianças e jovens.Quanto aos 17 concelhos portugueses abrangidos por este projecto Almada foi aquele que acolheu mais espectáculos (nove), seguido de Alcobaça, Entroncamento, Montijo e Santarém (oito cada um).A Artemrede foi, ainda, responsável pela inauguração de seis edifícios culturais durante o ano passado - Fórum Cultural José Manuel Figueiredo (Moita), Centro Cultural Município do Cartaxo, Teatro Municipal de Almada, Cinema.Teatro Joaquim d'Almeida (Montijo), Cine- Teatro de Almeirim e Teatro Virgínia (Torres Novas).Para 2006, com um orçamento total de 820 mil euros, 400 mil dos quais destinado à programação, a Artemrede prevê inaugurar o Cine- Teatro de Sobral de Monte Agraço e o Cine-Teatro São Pedro (Alcanena).Quanto à programação para este ano, estão já previstos 29 espectáculos, que correspondem a cerca de 150 sessões.As crianças e jovens, a inclusão de companhias internacionais e homenagens ao escritor Bernardo Santareno e ao compositor Fernando Lopes Graça são as grandes apostas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo