Cultura | 25-03-2006 18:37

Mais um teatro em Torres Novas

O concelho de Torres Novas conta a partir de domingo com mais um espaço cultural, o renovado teatro Maria Noémia, que aspira a funções mais polivalentes para a localidade da Meia-Via.Em declarações à Agência Lusa, António Rodrigues, presidente da Câmara de Torres Novas, explicou que o objectivo deste espaço renovado é aumentar a oferta de espaços para peças no concelho mas também "garantir um local polivalente" para a população da Meia-Via, que poderá utilizar o Maria Noémia como uma sala polivalente para outras funções."Não pusemos cadeiras fixas de modo a que o espaço possa ser adaptado às necessidades dos eventos", explicou António Rodrigues, embora salientando que a apresentação de peças será sempre a principal vocação do teatro.A recuperação do teatro foi uma exigência da população que há muito reclamava o restauro do edifício, que representou um "papel muito importante" na história cultural do lugar."Quando estamos no exercício da função autárquica temos de respeitar a memória da população" e o "teatro Maria Noémia é um edifício que representa a história da Meia-Via", afirmou o autarca.O antigo edifício foi criado pelo comerciante Manuel António Fanha, que lhe deu o nome da sua neta recém-nascida, Maria Noémia, e estava encerrado há cerca de três décadas, em estado de adiantada degradação.Em Agosto passado, a autarquia iniciou o processo de remodelação mantendo a traça da sala, com "a plateia, o palco e o balcão na sua forma original", num projecto total orçado em 250 mil euros."O Teatro Maria Noémia é uma pequena estrutura com capacidade para receber entre 80 a 100 espectadores, sendo um espaço alternativo ao Teatro Virgínia para apresentação de peças e projectos de menores dimensões, residências artísticas e outros", refere a autarquia em comunicado.O teatro Maria Noémia irá completar a oferta cultural de salas de espectáculos do concelho, promovendo uma maior articulação com o restaurado cine-teatro Virgínia, explicou António Rodrigues."O Virgínia tem tido salas cheias e com a participação de muitas pessoas o que nos tem surpreendido" mas com o Maria Noémia será possível "articular uma programação" complementar entre os dois espaços.Este novo equipamento, apto "a receber múltiplas iniciativas culturais", vai contar com o Grupo de Teatro Meia Via, Associação Cultural de Torres Novas, como companhia residente, cabendo à autarquia a responsabilidade pela programação.Novos camarins, acessos à plateia, maior átrio de entrada e um sistema de luzes e som renovado foram algumas das inovações da autarquia que irá apresentar o edifício ao público no próximo domingo, com a encenação da peça "O que farei com este livro?", de José Saramago, encenado pela companhia residente.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo