Cultura | 17-10-2006 09:11

Tomar dedica dois meses à memória de Lopes-Graça

A cidade de Tomar vai celebrar durante os próximos dois meses o centenário do nascimento do maestro Fernando Lopes-Graça, um compositor tomarense que terá em breve um museu em sua homenagem.O programa, organizado em colaboração com Associação Canto Firme, inclui "um vasto conjunto de concertos, grande parte deles com peças do maestro tomarense apenas uma vez apresentadas ou mesmo nunca tocadas em Portugal", anunciou a Câmara.O objectivo, refere um comunicado da autarquia, é criar um "reencontro artístico e estético entre a música do compositor e a sua terra natal", apostando num "repertório diversificado, que de alguma forma fosse representativo" da su a obra.Os concertos começam sexta-feira, dia de Santa Iria, padroeira de Tomar , e pelo menos uma vez por semana os Auditórios Lopes-Graça ou da Biblioteca Municipal Cartaxo de Fonseca terão concertos evocativos do maestro.A 17 de Dezembro, quando se completam cem anos sobre a data de nascimento de Lopes Graça, o ciclo encerra no Cine-teatro Paraíso com um concerto de música sinfónica e obras para piano e orquestra, com a Orquestra Clássica de Espinho, dirigida por Cesário Costa e o pianista Miguel Henriques.Além da divulgação da música do maestro, os promotores pretendem "incentivar o estudo e a execução de obras de compositores portugueses", pelo que serão promovidos cursos de formação e actuações de alunos do Conservatório Nacional.Os responsáveis do ciclo querem também criar "novos públicos" e incentivar a população local a adquirir "hábitos de assistência regular a concertos de música erudita".Recentemente, foi aprovada a construção da Casa-Museu Fernando Lopes-Graça que visa a recuperação da habitação onde o artista viveu em Tomar, um projecto apoiado pelo Ministério da Cultura.Fernando Lopes-Graça morreu em 1994. Além de maestro, compositor e pedagogo, foi militante do PCP, desde 1944, e opositor ao regime salazarista, que o impediu durante muitos anos de dar aulas e de obter reconhecimento público pelo seu t rabalho.A obra de Lopes-Graça caracteriza-se pela influência das correntes modernistas a que conciliou a recuperação da tradição musical portuguesa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo