Cultura | 01-05-2009 08:23

“Maria, não me mates que eu sou tua mãe!”-teatro

“Maria, não me mates que eu sou tua mãe!”-teatro
“Maria, não me mates que eu sou tua mãe!”, com encenação de Pedro Agudo, é a nova produção teatral do GETAS – Centro Cultural, que vai estrear no Centro Cultural Gil Vicente, esta noite, 1 de Maio, com repetição no dia seguinte, ambas as vezes às 21h30m.O texto é de Fernando Gomes, que o adaptou de uma obra de Camilo Castelo Branco e foi oferecido ao GETAS pelo próprio Fernando Gomes, mercê de um contacto em Setembro de 2007 quando este esteve no Sardoal com o espectáculo “Zé do Telhado”.A cenografia e os figurinos desta peça, que envolve mais de 25 pessoas entre actores e técnicos, são da autoria de José Paulo Sá, e a banda sonora tem composições originais de Patrícia e Mário Rui Cravo (“Piano Vox”). A trama desenvolve-se em Lisboa, na primeira metade do século XX e conta, de forma irónica e divertida, um pujante drama familiar, daqueles que se traduziam em versos, vendidos nas ruas pelos ceguinhos em grandes folhas de papel. É a história de uma filha que mata a mãe, por amor ao seu amante.Esta produção está a ser ensaiada desde finais de Janeiro último e tem o apoio da Câmara Municipal, Junta de Freguesia e do comércio e indústria locais.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo