Cultura | 20-03-2012 08:02

Museu do Ar em Alverca afinal mantém espólio e pode continuar a ser visitado

O Museu do Ar – pólo de Alverca, que há três anos passou a funcionar só às segundas-feiras, depois da abertura da sede em Sintra, mantém grande parte do espólio e pode continuar a ser visitado. Só não abre todos os dias por questões de contenção que impedem o pagamento ao pessoal.“Alverca tem quase tudo o que já tinha e até mais porque o material que estava encaixotado foi para Sintra e ficou mais espaço livre para algumas peças passaram a estar expostas”, explica fonte do Museu do Ar a O MIRANTE desmistificando a ideia que o museu “voou” para Sintra.É certo que o espaço de Alverca há muito que se revelava pequeno para expor todo o material mas mesmo com a criação da sede em Sintra, por decisão da Força Aérea, grande parte do que estava ficou. Enquanto que a exposição que se mantém em Alverca está mais vocacionada para a aviação militar em Sintra explora-se também a componente de aviação civil e comercial com peças fornecidas pela TAP e ANA, o que permite ter, por exemplo, a evolução do aeroporto de Lisboa.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo