Cultura | 09-10-2013 12:52

"Sonho todas as noites que ainda monto os meus cavalos"

"Sonho todas as noites que ainda monto os meus cavalos"

David Ribeiro Telles ainda conduz mas apesar de sonhar que ainda que monta os cavalos diz com humildade que já não o consegue fazer. O cavaleiro de 86 anos, reconhecido como homem de carácter, conta que passa os dias na Herdade da Torrinha a ver os cavalos e a assistir aos treinos dos filhos.

A sala do Clube Taurino Vilafranquense foi pequena para receber as cerca de cinquenta pessoas que quiseram prestar homenagem ao Mestre David Ribeiro Telles, nas comemorações do 55º aniversário da sua alternativa. "Um homem de carácter nobre e que vive consoante as verdades do mundo", foi assim que o mestre do toureio foi apresentado pelo crítico taurino Sérgio Perilhão. Com 86 anos, David Ribeiro Telles, ícone da tauromaquia nacional, ainda conduz, já não consegue subir para a garupa de um cavalo mas confessa que sonha todas as noites que ainda monta.Nas curtas palavras para agradecer a homenagem, o mestre diz que há dias em que sente ainda era capaz de andar a cavalo. Mas com a modéstia e simplicidade que sempre o caracterizaram admite que depois cai na real e "vejo que não consigo". O pai dos cavaleiros António e João Ribeiro Telles contou que agora se levanta tarde e que passa os dias na Herdade da Torrinha, em Coruche, a ver os cavalos e os filhos a cuidarem dos animais e a montarem ou a treinarem para as corridas. Um momento de emoção sentiu-se na sala quando o mestre se referiu ao falecido matador de toiros de Vila Franca de Xira, José Falcão.* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo