Cultura | 19-10-2013 00:19

Festival Nacional de Gastronomia regressa a Santarém durante dez dias

Durante dez dias Santarém volta a ser a capital gastronómica do país com a realização de mais um Festival Nacional de Gastronomia, pela primeira vez organizado a solo pela câmara através da empresa municipal Viver Santarém, dada a extinção da anterior parceira no projecto, a Entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo.Mudou a organização mas o figurino mantém-se, com a presença na Casa do Campino e instalações anexas de restaurantes em representação das várias regiões de turismo do país, na sua maioria repetentes e velhos conhecidos dos frequentadores habituais do festival, que este ano decorre entre 25 de Outubro e 3 de Novembro.O artesanato, a doçaria e a animação musical voltam igualmente a compor o programa. Igual é ainda o preço dos bilhetes, de 2 euros para as entradas individuais. As cadernetas de 10 bilhetes custam 15 euros. As portas do recinto estão abertas de segunda a sexta-feira das 12h00 às 16h00 e das 19h00 às 24h00. Ao fim de semana o horário estende-se das 12h00 às 24h00.Os almoços temáticos que se realizam no salão da Casa do Campino estão marcados para as 13h00 e o jantar temático de dia 25 começa pelas 20h00. A venda e reserva de bilhetes para o jantar e almoços temáticos podem ser adquiridos nas instalações da Viver Santarém e no Posto de Turismo de Santarém.O festival terá ainda um espaço designado “Gastronomias Mediterrânicas” onde o visitante poderá apreciar o bom gosto da cozinha com base na dieta mediterrânica, com natural enfoque nos produtos portugueses. Será dinamizada uma “programação viva e interactiva”, destacando-se espaços para aulas práticas e para crianças, zona para demonstrações culinárias e acções didácticas para a família, bem como um espaço para degustação de vinhos e produtos da terra.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo