Cultura | 28-11-2015 01:26

Inestética estreia "O Corvo" no Palácio do Sobralinho

A companhia teatral Inestética vai estrear no dia 10 de Dezembro, no Palácio do Sobralinho, a sua nova produção. "O Corvo" é uma ópera de câmara realizada a partir do poema homónimo de Edgar Allan Poe com música de Luís Soldado, encenação de Alexandre Lyra Leite, direcção musical de Rui Pinheiro, figurinos de Rita Álvares Pereira, concepção visual de Rita Leite e Alexandre Lyra Leite e interpretação do barítono Rui Baeta e da bailarina Sara Chéu.Através de uma arquitectura poética, que se assemelha a uma composição musical, Edgar Allan Poe criou um universo sombrio, onde um homem enfrenta a perda, o medo, a solidão e o vazio. O carácter dramático e intrinsecamente musical do poema "The Raven/O Corvo", construído a partir de um raciocínio profundamente matemático e traduzido de forma exemplar por Fernando Pessoa, serviu de inspiração e base estrutural para a composição desta ópera de câmara, que explora a forte dimensão visual e sonora de um dos mais extraordinários textos de Allan Poe. A ópera "O Corvo" terá também uma edição limitada em CD, no início de 2016. Este projecto, financiado pela Secretaria de Estado da Cultura / DgArtes e pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, é a terceira colaboração entre o compositor Luís Soldado e o encenador Alexandre Lyra Leite, que apresentaram Serei Eu Fugindo? (2013), ópera para uma viagem de comboio, com libreto de Rui Zink, eLisboa Muda (2014), filme-concerto para a estação fluvial do Terreiro do Paço, no âmbito das Festas de Lisboa."O Corvo" estará em cena de 10 a 20 de Dezembro de 2015, no Palácio do Sobralinho, pelo que temos todo o prazer em convidá-los a assistirem ao espectáculo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo