Cultura | 17-11-2017 13:01

“Era uma vez o teatro” celebra sala de espectáculos de Alcanena

O elenco é constituído por 26 intérpretes e 15 bailarinos.

A peça, que vai estar em cena até domingo, comemora o 63.º aniversário do Cine-Teatro São Pedro, e traça “um percurso, uma visão, um sonho, uma memória, uma história” desta sala ribatejana, "do nascimento à morte, e depois à requalificação, através de diferentes linguagens artísticas: o teatro, a música, o cinema e a dança".

A obra "aborda as questões centrais do teatro (...), como elemento de transformação das pessoas e das sociedades, com o apoio de textos de ‘O Judeu’ de Bernardo Santareno, e de ‘O Vagabundo das Mãos de Ouro’, de Romeu Correia; do cinema, como elemento essencial da actividade do Cine-Teatro São Pedro (...), com homenagens a Charlie Chaplin e a outros grandes nomes da 7.ª Arte; e finalmente, da Dança, que simboliza o encerramento definitivo, dadas as condições de degradação da sala que ruiu”.

O espectáculo conta ainda com dez depoimentos de actores, sobre a sua experiência e as alterações que o teatro operou nas suas vidas”. O elenco é constituído por 26 intérpretes e 15 bailarinos, entre os quais Ana Saldanha, Bruno Oliveira, Efigénio Café, Fernanda Costa, Helena Cruz, Hugo Santarém, Isabel Lobo, José Alcaravela e Vicente Batalha.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo