Cultura | 26-02-2018 16:00

Director do Fatias de Cá não irá receber medalha atribuída pela Câmara de Tomar

Director do Fatias de Cá não irá receber medalha atribuída pela Câmara de Tomar
Carlos Carvalheiro à direita - Foto O MIRANTE

Carlos Carvalheiro acredita na bondade da decisão mas lembra falta de apoio à companhia.

O fundador e director artístico da companhia de Teatro Fatias de Cá, escreveu à presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas, a informá-la que não irá receber, no dia do concelho, 1 de Março, a medalha de Valor e Altruísmo, que o executivo camarário lhe atribuiu pelo trabalho desenvolvido desde a criação do grupo em 1979.

Depois de sublinhar que o Fatias de Cá "conviveu, desde sempre e quase sempre, com uma atitude a raiar o ostracismo, por parte do Município de Tomar", Carlos Carvalheiro pede compreensão pela sua decisão.

"Embora a minha relação com quase todos os autarcas tenha sido pautada pela mútua simpatia, e embora reconheça como bondosa a actual decisão de me ser concedida uma medalha, não ficaria de bem com a consciência se aceitasse camuflar a memória.", escreve.

E conclui: "Peço, por isso e por ora, ao Município de Tomar que não leve a mal por pedir escusa desta Medalha de Valor e Altruísmo que teve a gentileza de me conceder".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo