Desporto | 15-03-2006 10:07

Câmara não antecipa apoios ao Santarém Basket

A Câmara de Santarém rejeitou ontem, em comunicado, qualquer responsabilidade nas dívidas do clube Santarém Basket, que o podem afastar da Liga Portuguesa de Basquetebol, onde ainda milita.O Santarém Basket está a atravessar uma situação financeira difícil, com salários em atraso e greve de jogadores, mas a câmara rejeita antecipar os apoios, invocando questões legais e os seus próprios problemas orçamentais.A Liga já anunciou que iria suspender o clube, tendo os seus responsáveis acusado a autarquia de se ter recusado a cumprir a promessa de apoios acordados com o anterior executivo, liderado pelo PS.No documento, a autarquia, agora governada pelo PSD, revela que o protocolo de publicidade previsto para esta época prevê o pagamento de 60.500 euros, sendo que 33 mil estão cativos como "garantia para a Liga dos Clubes de Basquetebol e que só poderão ser movimentados com a autorização expressa da Liga".Da verba restante, uma parte está a ser paga conforme um calendário já acordado e algum valor residual foi remetido para credores do clube.Devido aos problemas orçamentais que enfrenta, a autarquia não pode "assumir a antecipação de apoios futuros, através de contratos de publicidade, cuja legalidade pode estar em causa", já que o "Desporto Profissional deve ser objecto de auto-financiamento e obedecer a planos plurianuais que garantam a subsistência e sustentabilidade dos projectos", sem recurso a subsídios públicos.Os problemas do Santarém Basket já o levaram a falhar jogos devido a atrasos no pagamento de quatro meses nas Ligas masculina e feminina, estando em risco a sua sobrevivência devido a problemas de tesouraria.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo