Desporto | 11-05-2006 10:08

Treinador do Abrantes deixa clube

Vítor Alves não renovou com o Abrantes FC. Treinador e direcção conversaram para prolongar o vínculo mas não chegaram a um entendimento. As dificuldades financeiras do clube são a principal razão para este divórcio amigável.Goraram-se as negociações para que o treinador Vítor Alves continuasse à frente da equipa de futebol sénior do Abrantes Futebol Clube e é já definitivamente assumido por todas as partes que o técnico vai deixar o clube no final da época.Em declarações a O MIRANTE, Vítor Alves garantiu que sai do Abrantes bem com toda a gente. “É apenas o fim de um ciclo. Foram dois anos muito positivos na minha carreira de treinador, onde atingimos totalmente os objectivos traçados, mas agora chegou a altura de partir para outra”, garantiu, afirmando estar totalmente disponível para abraçar outro projecto.Embora reconhecendo que existiram e existem problemas financeiros que têm que ser resolvidos, como ordenados em atraso a todo o grupo de trabalho, que não foram possíveis de resolver em tempo útil, Vítor Alves não os quis associar à sua saída do clube.“Havia um acordo entre mim e o presidente Alberto Lopes para só falarmos sobre a nossa vida depois do jogo com o Pampilhosa. Isso aconteceu e infelizmente o presidente, que muito tem trabalhado para encontrar soluções para os problemas, não os conseguiu ultrapassar e a minha saída tornou-se irreversível”, referiu.Vítor Alves faz um balanço muito positivo da sua passagem pelo Abrantes Futebol Clube. No primeiro ano na segunda divisão, a equipa conseguiu o oitavo lugar, e no segundo ano, mesmo baixando o orçamento para o futebol, a equipa ficou em quinto lugar. “Cheguei ao fim com a noção do dever cumprido. O clube solidificou a sua posição na segunda divisão nacional, os jogadores, que foram os grandes obreiros dessa prestação, valorizaram-se, lançámos muitos jovens, e os dirigentes trabalharam muito para nos dar condições de trabalho e ganharam experiência. Todos juntos dignificámos o clube e a cidade, por isso saio satisfeito”, disse com orgulho o treinador.Para o técnico o, deve e haver, entre as coisas boas e más que se passaram ao longo das duas épocas é francamente positivo. No entanto ,chama a atenção para a necessidade das entidades e pessoas do concelho se empenharem mais no projecto do Abrantes Futebol Clube.Vítor Alves endossa para os jogadores, dirigentes que o contrataram, equipa médica e todas as pessoas que deram o seu melhor em prol do clube, o mérito de terem conseguido dar estabilidade à equipa e ao Abrantes Futebol Clube. “Por isso lhes estou profundamente agradecido”, assume.Ao longo da conversa com O MIRANTE, o técnico destacou várias vezes o trabalho do presidente Alberto Lopes, que, em sua opinião, tem lutado muito para resolver os problemas do Abrantes e lhe deu sempre o seu apoio.Não esqueceu Nuno Pedro, que dirigiu durante muitos anos o futebol do clube e o fez com grande empenho e qualidade, e os seus adjuntos Nuno Gil e José Neves. “Foram pessoas que estiveram sempre na primeira linha e conseguiram com um vasto conjunto de companheiros fazer do Abrantes um clube conhecido e respeitado em todo o país”.Um técnico com um currículo invejávelVítor Alves é um técnico credenciado e um treinador ambicioso. Tem 49 anos, é natural de Torres Novas e começou a sua carreira de jogador no Riachense. Jogou no CD Torres Novas na terceira divisão, de onde passou para a Académica de Coimbra, onde esteve 13 anos, como jogador, treinador adjunto e treinador principal.“Trabalhei com João Alves, Mário Wilson, Vítor Manuel, Vítor Oliveira e Carlos Garcia, com quem muito aprendi, e me ajudaram a continuar uma carreira de treinador de que muito me orgulho”, elogiou.Para além disso, Vítor Manuel é um treinador perfeitamente actualizado. É prelector habitual de cursos de treinador em várias associações de futebol do país, o que o deixa confiante quanto ao seu futuro. “Estou disponível e disposto a abraçar um projecto ambicioso em qualquer lugar, porque quero continuar a minha vida ligada ao clube.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo