Desporto | 12-09-2010 00:20

João Silva fecha "época muito boa" com quarto lugar em Elite no Mundial de Triatlo

João Silva considerou hoje que o quarto lugar na finalíssima do Campeonato do Mundo de triatlo em Elite fechou com chave de ouro uma “época muito boa”.Duas semanas depois de ter conquistado o título europeu de sub-23, João Silva manifestou grande satisfação pelo resultado alcançado em Budapeste, depois de ter discutido a medalha de bronze com o alemão Javier Justus até aos últimos metros da corrida. “Estou muito satisfeito. Foi um final assim um bocado emotivo. O alemão Justus levou-me a melhor, mas foi, sem dúvida um excelente resultado”, disse à agência Lusa.João Silva referiu que “foi uma boa corrida” e confessou que não esperava o quarto lugar na finalíssima de Elite, a categoria rainha do triatlo.“Não estava nada à espera deste resultado final, principalmente porque ontem [sexta feira] vi que o tempo estava realmente muito mal, com muita chuva. O circuito de ciclismo era um tanto ou quanto perigoso e fiquei um bocado assustado”, salientou.O quarto lugar na capital húngara acabou por permitir que João Silva terminasse em quinto o circuito mundial de seis provas qualificativas e uma finalíssima, em que se apresentou “sem mazelas”.João Silva referiu que abordou a competição em Budapeste “completamente a cem por cento, apenas com o medo do clim e do que podia acontecer” nos segmentos de natação, ciclismo e corrida nas margens do rio Danúbio.Bruno Pais terminou a prova em Budapeste em 12.º e em 25.º no “ranking” mundial geral (o espanhol Javier Gomez foi o primeiro), enquanto na classificação por segmentos foi o vencedor no ciclismo.O atleta do ano no segmento afirmou que “ficar em primeiro lugar em um dos segmentos é o que qualquer atleta ambiciona”, pelo que revelou grande satisfação.Ainda para mais quando não era um objectivo assumido por Bruno Pais no início da temporada, mas que passou a ser realidade após a prova de Madrid, em junho, em que terminou em 16.º“Comecei o ano sem pensar nisso, depois em Madrid fugi e consegui o primeiro tempo no ciclismo. Foi tentar sempre o primeiro lugar dessa classificação e consegui”, disse.Sobre a prova, com chuva na parte final, Bruno Pais admitiu que “não correu bem” na natação, como esperava, como sublinhou, mas que acabou por conseguir aproximar-se dos primeiros lugares.“Sabia que tinha de recuperar no ciclismo e consegui fazê-lo até ao primeiro grupo. Depois tentei estar também na frente da corrida, era muito perigoso e houve muitas quedas. Consegui transitar bem para a corrida e depois foi segurar bem os lugares”, declarou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo