Desporto | 11-07-2017 13:14

União Desportiva de Santarém corta na formação devido à falta de campos

A UDS tem recorrido à utilização do campo da Ribeira de Santarém para os treinos dos seus escalões jovens, tal como outros clubes da cidade

A União Desportiva de Santarém (UDS) vai suspender um dos escalões de formação de futebol de 11 na época 2017/2018 devido à escassez de infraestruturas desportivas para poder garantir um serviço com o mínimo de qualidade aos jovens atletas que procuram o clube. A UDS vai também, e pelas mesmas razões, adiar a reactivação do futebol feminino.

Em comunicado, o clube alega que os campos de futebol existentes na cidade (Chã das Padeiras, Escola Agrária e Ribeira de Santarém) são insuficientes para dar resposta às necessidades dos quatro clubes que têm futebol de formação (União de Santarém, Académica de Santarém, Caixeiros e Soccer Scalabis) e deixa críticas ao município.

“Há muito que a UDS tem vindo a alertar para esta situação junto do poder politico. Tem sido reclamada a urgência de dotar a UDS de campos de relva sintética. Esta situação tem sido transmitida à Camara Municipal de Santarém pelo menos nos últimos cinco anos”, afirma o clube liderado por Pedro Fernandes.

A UDS tem recorrido à utilização do campo da Ribeira de Santarém para os treinos dos seus escalões jovens, tal como outros clubes da cidade, o que obriga à negociação de datas e horários quem nem sempre é fácil e a contento de todos. “Ou seja, neste momento, quatro clubes e centenas de crianças disputam 'horas' de ocupação de um campo sintético para fazer face às suas

necessidades”, diz o clube, acrescentando no comunicado que “estamos perante uma situação lamentável que coloca involuntariamente os clubes uns contra os outros e a disputar cegamente uma necessidade que é de todos”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Na quermesse das festas de Ulme
    Foto do Dia
    Durante os dias das festas de Ulme, um dos grupos que nunca parou foi o da quermesse. Entre canecas, pratos, chávenas de café, copos e panos de cozinha, tudo podia sair nas rifas vendidas no espaço assegurado por 12 jovens voluntários que ajudaram noite e dia para um objectivo comum: angariar fundos para a construção da sede da Sociedade Recreativa Ulmense.
    Foto do Dia | 25-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo