Desporto | 19-08-2017 23:26

Começaram as obras do centro de formação do Futebol Clube de Alverca

Começaram as obras do centro de formação do Futebol Clube de Alverca

Município de Vila Franca de Xira atribuiu verba de 256 mil euros.

Arrancou no dia 7 de Agosto a construção da primeira fase do centro de formação do Futebol Clube de Alverca (FCA) no centro da cidade, na Rua da Estação. Esta primeira fase da obra, orçada em 810 mil euros, inclui a construção de dois campos de futebol de onze, um campo de futebol de sete e um campo de futebol de cinco, juntamente com balneários, secretaria e infraestruturas de apoio a redes de electricidade, água e saneamento. Também serão realizados trabalhos ao nível das acessibilidades e estacionamento.

A construção do centro de formação é um projecto antigo – ainda do tempo em que Luís Filipe Vieira, actual presidente do Benfica, era presidente do FCA – e tem sofrido avanços e recuos. Em comunicado, o clube de Alverca diz que agora, “com muita perseverança”, o projecto será uma realidade.
“Este é, sem dúvida, um dos passos mais importantes para o futuro e crescimento do Futebol Clube de Alverca e um momento histórico para o clube, para a cidade e para o concelho. Para além de proporcionar mais condições, mais qualidade e uma aposta em mais atletas, este centro de formação permite ainda ao clube desempenhar o papel social que o caracteriza, estimulando a prática desportiva junto dos mais jovens e contribuindo para a sua integração social e o seu desenvolvimento desportivo e como cidadãos”, refere o clube.

Em Abril, recorde-se, a Câmara de Vila Franca de Xira celebrou publicamente um protocolo com o FCA para atribuir um apoio financeiro de 256 mil euros para o clube conseguir acabar a construção. O protocolo surgiu depois de ser conhecido um despacho da secretária de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, Célia Ramos, que decidiu de forma unilateral rescindir o contrato de financiamento da construção daquele polémico centro de estágios, em parte devido à insolvência da construtora do equipamento, a Construsan, do empresário José António Carmo.

A decisão chegou a colocar em cima da mesa a possibilidade do clube de Alverca ter de devolver ao Estado 187.500 euros já recebidos dos 700 mil que inicialmente iriam ser comparticipados pelo Governo. O clube, entretanto, conseguiu provar que o valor entregue já foi aplicado em trabalhos de construção.

O projecto inicial, cujo custo rondava os quatro milhões de euros, foi reformulado para ser adaptado em várias fases e permitiu reduzir, de forma “considerável”, o investimento previsto, segundo Alberto Mesquita (PS), presidente da Câmara de Vila Franca de Xira. A proposta de protocolo entre a câmara e o FCA foi aprovada pelo executivo camarário com a abstenção da CDU.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1378
    22-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1378
    22-11-2018
    Capa Vale Tejo