Desporto | 06-10-2017 22:32

Treinador do Ouriense acusado de dar cabeçada em futebolista do Mação

Treinador do Ouriense acusado de dar cabeçada em futebolista do Mação

Incidente ocorreu em jogo a contar para a Taça do Ribatejo no dia 5 de Outubro.

O treinador do Ouriense, Mário Nelson, é acusado de ter agredido um futebolista do Mação, na quinta-feira, 5 de Outubro, em jogo entre as duas equipas para a Taça do Ribatejo.

Em comunicado publicado na página oficial do Mação no Facebook, o clube escreve que "Bruno Lemos foi agredido à cabeçada pelo treinador do Ouriense, Mário Nelson, sem que nada o fizesse prever, quando se dirigia ao balneário após o aquecimento inicial para o jogo", em situação que, afirmam, é "inadmissível no desporto, desprezível para quem vive o futebol distrital".

“Consideramos que esta lamentável actuação por parte do treinador do Ouriense, Mário Nelson, é uma falta de respeito para com a nossa instituição, para com os nossos jogadores, mas principalmente para com o clube que representa, para com a sua direcção e para com os seus jogadores", prossegue o clube maçaense, acrescentando esperar por parte do técnico, "no mínimo, um pedido de desculpas".

O presidente do Ouriense disse "lamentar a situação, que se passou dentro das instalações do clube", assegurando "não saber o que motivou" a alegada agressão, nem a ter presenciado, tendo, no entanto, afirmado ter apresentado "de imediato um pedido de desculpas ao presidente" do clube de Mação.

"São cenas lamentáveis e que não se coadunam com a nossa maneira de estar no desporto", frisou José Luís Ferreira, que disse ter sido "informado da situação logo no início do jogo por parte do presidente do Mação”, a quem disse ter pedido desculpa imediatamente: “Sempre fomos bem recebidos em Mação e fazemos sempre questão de receber bem as equipas que nos visitam, pelo que é de lamentar o sucedido".

Segundo aquele responsável, a direcção do clube de Ourém vai "analisar a situação e ouvir o treinador na próxima semana, em reunião de direcção, e agir em conformidade", reiterando, "em nome da direcção, o pedido de desculpas ao presidente do Mação pelo sucedido".

"Este episódio não belisca as relações entre os dois clubes, nem com os dirigentes de Ourém, que são pessoas espetaculares, mas um treinador, que ainda antes do jogo começar, ficar à espera de um jogador nosso depois do aquecimento para lhe dar uma cabeçada é uma cena lamentável e tinha de ser tornada pública”, sublinhou o presidente do Mação, João Espírito Santo, revelando não ter sido apresentada queixa às autoridades.

O MIRANTE está a tentar contactar o técnico do Ouriense, Mário Nelson, para obter mais esclarecimentos sobre a alegada agressão.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Médio Tejo