Economia | 26-01-2005 10:26

Nersant quer criar marca Ribatejo

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) está empenhada na criação de uma marca que seja factor de identidade e de desenvolvimento regional, disse terça-feira o seu presidente, na apresentação de um projecto que envolve três regiões europeias.José Eduardo Carvalho, presidente da direcção da Nersant, apresentou, em Torres Novas, o projecto EDDT- Reforçar o Desenvolvimento Económico, que envolve as regiões do Vale do Tejo (Portugal, através da Nersant, que lidera), da Toscana Sul (Itália) e da Haute Provence (França), no âmbito do programa comunitário Interreg IIIC.Uma das vertentes do projecto, que a Nersant se propõe assumir, é essencialmente de marketing, no pressuposto de que se não for criada uma marca, eventualmente Ribatejo, o distrito "corre o risco de perder a pouca identificação territorial" que ainda lhe resta e de ficar dividido, disse.O projecto, que vai criar três fundos num total de cinco milhões de euros para as três regiões (cerca de dois milhões de euros para o Vale do Tejo), visa essencialmente potenciar a cooperação, tendo sido definidas, em conjunto, três áreas de actuação: o fomento da cooperação empresarial e marketing territorial, apoio à criação de micro-empresas e fomento da relação empresas/escolas.Notícia mais detalhada na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo