Economia | 18-03-2005 09:52

Almeirim com apoio às microempresas

O presidente da Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) disse quinta-feira que espera que o Fundo de Apoio ao Investimento das Microempresas (FAIME), criado em parceria com as autarquias e uma instituição financeira, atinja os cinco milhões de euros.José Eduardo Carvalho falava numa sessão que se destinou a apresentar o programa a empresários do concelho de Almeirim, que encheram o salão nobre da Câmara Municipal, os quais se poderão candidatar, a partir de 01 de Abril, a financiamentos até 20.000 euros para obras, equipamento, certificação ou registo de marcas e patentes.Segundo disse à Agência Lusa, além de Almeirim e Cartaxo, que assinaram já o protocolo de adesão, mais três municípios têm sessões marcadas (Azambuja, Chamusca e Torres Novas), decorrendo negociações nos restantes, à excepção de Santarém, Ourém e Coruche, que preferiram ficar de foraO FAIME permite financiamentos a projectos por parte das autarquias (que emprestam metade da verba a custo zero) e do Banco Espírito Santo (BES, que empresta os restantes 50 por cento com um spread de 2,5 por cento).

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo