Economia | 14-03-2006 09:44

Chamusca quer criar centro de competitividade empresarial

A Câmara da Chamusca conseguiu apoio financeiro para a reconversão do edifício municipal situado na rua Anselmo de Andrade. O imóvel, a necessitar de bastantes obras, vai ser transformado num centro de apoio e competitividade empresarial.A comparticipação estatal é de 197.272,28 euros para apoiar as obras orçadas num total de 303.495,82 euros. O que corresponde a um financiamento de 65 por cento no âmbito do programa Valtejo. Segundo informação do município o investimento consiste em trabalhos de reconversão e conservação do edifício. Já tinha sido feito um concurso e as obras adjudicadas, tendo o seu arranque sido suspenso por deliberação camarária devido à difícil situação financeira da autarquia. Prevê-se que os trabalhos se iniciem durante o mês de Abril. A empresa que ganhou o concurso é a Eco-Edifica.Recorde-se que a câmara suspendeu todas as obras para as quais não tinha apoio de fundos comunitários ou estatais garantidos, no sentido de controlar as despesas municipais e evitar o aumento da dívida da autarquia que se situa nos 14 milhões de euros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1359
    11-07-2018
    Capa Médio Tejo