Economia | 27-03-2006 17:23

Ourém quer apostar na formação

A necessidade de acções de formação no âmbito da higiene e segurança no trabalho e da higiene e segurança dos alimentos é reconhecida pela maioria dos profissionais de restauração do concelho de Ourém, informou hoje a autarquia.

Este reconhecimento resulta das respostas a um inquérito realizado no âmbito de uma sessão de informação sobre "O desafio da Qualidade", realizada em J aneiro, e cujos resultados foram divulgados hoje.A esse inquérito responderam 54 profissionais, tendo a maioria (74 por cento) admitido que não realiza acções de formação, apontando as áreas da higien e e segurança no trabalho e higiene e segurança dos alimentos como prioritárias.Também a necessidade de certificação de processos,considerada "essenci al para a qualidade do produto final", foi reconhecida pelos empresários do sect or da restauração que responderam ao inquérito.Segundo a autarquia, a resposta às necessidades formativas apontadas de verá ser dada através do envolvimento da Associação Comercial do concelho e do I nstituto do Emprego e Formação Profissional.O concelho de Ourém engloba um importante local, em termos de quantidad e de estabelecimentos, de oferta no campo da restauração na região Centro, local izado na cidade de Fátima.Lusa

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo