Economia | 01-05-2006 20:16

Coruche quer cativar empresas de Lisboa

A Câmara de Coruche está a negociar a compra de um terreno de 45 hectares destinado à ampliação da área industrial do concelho com o objectivo de cativar empresas da Grande Lisboa, revelou o presidente do município, Dionísio Mendes (PS)."Estamos em conversações e queremos instalar nessa zona um parque de negócios" porque a actual zona industrial está já lotada, explicou o autarca.A aposta nesta futura "zona de expansão industrial" visa aproveitar as novas acessibilidades que facilitam a ligação da vila a Lisboa, com benefícios claros para as empresas."A maior proximidade a Lisboa e a ponte Benavente-Carregado coloca-nos numa posição apetecível para as empresas que se querem deslocalizar da área metropolitana", salientou Dionísio Mendes.Por outro lado, o baixo custo dos terrenos também contribui para esta procura adicional, a maior parte das vezes relacionada com o sector agro-industrial.Exemplo disso é o caso da "fileira da cortiça que tem vindo a crescer de forma sustentada" em volume de negócios e número de empregados.Para garantir a ampliação da oferta de terrenos, Dionísio Mendes espera levar já à sessão de Junho da assembleia municipal uma proposta de aquisição dos terrenos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo