Economia | 17-05-2006 08:12

Definida estrutura accionista do Parque de Negócios do Cartaxo

A Câmara do Cartaxo aprovou esta segunda-feira a constituição da sociedade gestora Valleypark – Parque de Negócios S.A., que irá administrar a Área de Localização Empresarial (ALE), a criar na zona do Falcão, junto ao nó de acesso à auto-estrada A1.O futuro parque de negócios do Cartaxo será um projecto intermunicipal em parceria com a Câmara de Santarém mas no qual a autarquia cartaxeira terá uma posição maioritária.A ALE Cartaxo-Santarém, que abrange área dos dois concelhos, terá uma área total de cerca de 130 hectares, com uma área útil para loteamentos de 77 hectares e quatro zonas de expansão. A Santarém caberão 55 hectares, correspondentes à zona 2 da ALE, enquanto o Cartaxo ficará com cerca de 75 hectares (zonas 1, 3 e 4).As empresas Lena Construções e Engenharia S.A. e a Imocom – Parques de Negócios S.A. são os parceiros privados com maior peso na estrutura accionista da nova sociedade. Cada qual terá 37,5 por cento das acções, ficando a Associação Empresarial de Região de Santarém (Nersant) com dez por cento e a Câmara do Cartaxo com 15 por cento. Percentagem da qual será cedida parte a Santarém em termos a definir, esclareceu o edil do Cartaxo. O capital social da ValleyPark será de 750 mil euros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo