Economia | 19-05-2009 17:04

Tecnopólo de Abrantes desafia criatividade dos empresários com concurso nacional

A selecção de boas ideias de projectos empresariais é o objectivo do "Concurso Nacional Inovpoint", que o TagusValley – Tecnopólo do Vale do Tejo vai lançar no final de Maio, foi hoje anunciado.Céu Albuquerque, presidente do TagusValley, disse que o concurso “destina-se a apoiar ideias inovadoras de negócio e projectos com potencial de afirmação, desenvolvimento e aplicabilidade, que serão acompanhados e desenvolvidos no Tecnopólo, a partir do Centro de Inovação, Incubação e Desenvolvimento de Empresas, a inaugurar em finais de Junho”.“Este concurso destina-se essencialmente a jovens que estejam a terminar os seus estudos, em universidades ou politécnicos, no centro do País, nomeadamente de Aveiro a Évora, e que apresentem ideias de projectos empresariais inovadores e manifestem disponibilidade para os desenvolver em Abrantes, nas instalações do Tecnopólo”, afirmou a responsável.Segundo disse, “a ideia surgiu na sequência da construção do Centro de Inovação, e visa criar condições para uma cultura e uma relação muito forte entre empresas, já sediadas ou a sediar no Tecnopólo, e o conhecimento científico, a proporcionar pelos alunos, professores e investigadores da Escola Superior de Tecnologia, que também ali vai ter as suas novas instalações”.“Com esta partilha de espaços e pessoas no Tecnopólo, procuramos um contínuo fervilhar de ideias que permitam incentivar o empreendedorismo e o surgir de novas actividades ligadas ao tecido empresarial”, disse a presidente do TagusValley.Segundo Céu Albuquerque, “entre os meses de Junho e Julho, serão seleccionadas até dez boas ideias de projectos empresariais", com os prémios a não serem monetários, mas antes a disponibilização dos meios logísticos, materiais e humanos "para a promoção da criação das empresas”.“Oferecemos formação em gestão empresarial e empreendedorismo, a elaboração e avaliação de projectos, como planos de negócio, viabilidade económico-financeira e planos de marketing, assistência técnica para obtenção de financiamento e disponibilização das infra-estruturas físicas à medida das necessidades das empresas, para além de laboratórios, oficinas e gabinetes”, disse a responsável.“Vamos oferecer as melhores condições para o desenvolvimento e integração das boas iniciativas empresariais inovadoras e tecnológicas, em que o Tecnopólo e a autarquia se constituirão como primeiros parceiros para o seu sucesso”, acrescentou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo