Economia | 17-09-2010 14:14

Câmara do Cartaxo mantém taxas reduzidas de IMI e IRS no concelho

A taxa de IRS no concelho do Cartaxo vai manter-se nos quatro por cento em 2011 de acordo com proposta aprovada em reunião do executivo municipal de terça-feira, por unanimidade. A Lei das Finanças Locais permite aos municípios estabelecerem a percentagem da sua participação variável no Imposto sobre o Rendimento das pessoas Singulares (IRS), até um máximo de cinco por cento. O executivo votou também unanimemente as taxas do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para 2011 e fixou em 0,8 por cento a taxa a pagar pelos prédios rústicos, enquanto os prédios urbanos e os prédios urbanos avaliados no código do IMI pagam ambos 0,4 por cento.No que respeita ao IRS, o presidente da autarquia, Paulo Caldas (PS), justifica a proposta para que as famílias disponham de mais algum rendimento disponível, à semelhança do que sucedeu em 2010. A complementar essa iniciativa a autarquia compromete-se a reforçar os meios disponíveis para apoio social às famílias carenciadas em medidas como a comparticipação total dos medicamentos, através do Cheque Rural, que permite a compra de frutas e legumes na Feira Rural, no apoio ao pagamento dos livros escolares, num total de 100 mil euros. Em matéria do IMI mantém-se sem alterações a proposta de 2010, na qual se aplica uma bonificação máxima de 30 por cento na taxa para os imóveis da freguesia de Valada, com intuito de promover e incentivar a fixação de população.

Mais Notícias

    A carregar...