Economia | 07-05-2012 13:51

Abriram 1063 novas empresas na região desde 2010

Desde 2010 que abriram 1063 novas empresas na região do Médio e Lezíria Tejo, em contraponto a 690 que encerraram actividade no mesmo período. Os números foram dados a conhecer na sexta-feira, 4 de Maio, na Associação Empresarial de Santarém- Nersant, durante uma reunião com embaixadores dos países da América Latina. Para Salomé Rafael, presidente desta associação empresarial, com 1785 associados, a região tem sabido resistir à crise e esta “criação liquida positiva” de empresas evidencia uma dinâmica de renovação. Os dados exibidos mostraram ainda que a estrutura empresarial da região está muito atomizada uma vez que 96% destas empresas são de muito pequena dimensão, sendo a proporção de empresas com até 10 trabalhadores idêntica ao nível do país, que era de 96% em 2009. Em relação ao sector, verifica-se que, entre 2007 e 2009, assistiu-se no Ribatejo a um ligeiro aumento de criação de empresas de alta e média-alta tecnologia, passando de 79 em 2007 para 91 em 2009, tendência que contrasta com a verificada no país.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo