Economia | 02-10-2013 15:57

Indústria agro-alimentar ribatejana excede expectativas de importador da Colômbia

Indústria agro-alimentar ribatejana excede expectativas de importador da Colômbia

Iniciativa AgroCluster Ribatejo recebe frequentemente delegações estrangeiras

Tendo em conta a sua estratégia de internacionalização das empresas da região, o AgroCluster Ribatejo tem vindo a organizar a recepção de importadores de diversos países, com vista ao aumento das exportações das empresas do Ribatejo e o consequente crescimento da economia regional e nacional. A procura de produtos alimentares importados de qualidade superior para oferta aos seus clientes e consumidores trouxe à região do Ribatejo, Adriana Rubio Ordoñez, gerente comercial da Almacenes JR, entre os dias 25 e 27 de Setembro. A importadora da Colômbia visitou diversas empresas do Ribatejo entre os dias 25 e 27 de Setembro, tendo sido realizadas na totalidade 10 reuniões de negócio. A identificação na região de diversos produtos interessantes para o seu negócio, como transformados de tomate, azeite, conservas, molhos e condimentos, arroz para bebé e farinhas de arroz, legumes congelados, vinagre gourmet, queijos, transformados de pimentão, refeições prontas, pastelaria congelada e produtos de charcutaria e vinhos, motivou a gerente comercial da Almacenes JR a visitar o Ribatejo, tendo ficado a mesma bastante satisfeita com a qualidade dos produtos desta região. De acordo com a gerente comercial da Almacenes JR, Adriana Rubio Ordoñez, a visita à região do Ribatejo foi uma agradável surpresa. Embora já tivesse “noção da qualidade dos produtos alimentares portugueses através das feiras internacionais que frequentam, não pensava que Portugal fosse tão industrializado. Foi com surpresa que verifiquei que as tecnologias de topo instaladas nas empresas portuguesas, as torna competitivas e com grande capacidade de inovação e criação de novos produtos”, informou a responsável da Almacenes JR aquando da sua permanência no território da região.Para além disso, continuou Adriana Rubio Ordoñez, “todas as recepções nas empresas visitadas excederam as expectativas que tinha de Portugal e da sua oferta”, pelo que a realização de negócio é uma hipótese forte. De referir que a recepção de importadores tem sido uma das estratégias de internacionalização mais eficazes do AgroCluster Ribatejo, que só este mês de Setembro já recebeu, para além da Colômbia, importadores vindos da Alemanha, Brasil e do Equador. Em Outubro, vão estar ainda na região, importadores do Perú/Chile e Uruguai

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo