Economia | 16-10-2013 19:12

AgroCluster Ribatejo continua a dinamizar negócios na região

AgroCluster Ribatejo continua a dinamizar negócios na região

O AgroCluster Ribatejo tem sido um dos actores principais na dinamização da economia da região do Ribatejo. Nos últimos dois meses, tem apostado na recepção de importadores estrangeiros que pretendem fazer negócio com a indústria agroalimentar.

O AgroCluster Ribatejo já vai na décima acção de recepção de importadores estrangeiros à região do Ribatejo em 2013. Recentemente, foram concretizados mais dois negócios para os Estados Unidos da América no valor de 80 mil euros, decorrentes da acção realizada em Junho.A recepção de importadores estrangeiros à região tem superado as expectativas. Nas visitas efectuadas, os importadores têm identificado muito mais produtos de interesse do que aqueles em que vinham inicialmente interessados, o que demonstra a qualidade e competitividade dos produtos das empresas da região. Uma vez que o AgroCluster Ribatejo tem servido como agente de identificação de produtos / fornecedores que estes importadores pretendam comprar em Portugal, esta entidade dá conta da possibilidade de realização de mais negócios entre as empresas agroindustriais do Ribatejo e os importadores que visitaram a região.Nas semanas anteriores foram recebidos na região e acompanhados pelo AgroCluster às empresas, importadores de diversos países como Colômbia, Equador, Chile, Peru e Uruguai. Está ainda prevista a vinda de importadores da Polónia, China, Reino Unido, Moçambique e Brasil. As empresas interessadas em agendar reunião com os mesmos, devem contactar o AgroCluster Ribatejo para geral@agrocluster.com ou 249 839 500.Indústria agroalimentar ribatejana excede expectativas de importador da ColômbiaUma importadora da Colômbia visitou diversas empresas do Ribatejo entre os dias 25 e 27 de Setembro, tendo sido realizadas na totalidade 10 reuniões de negócio. A identificação na região de diversos produtos interessantes para o seu negócio, como transformados de tomate, azeite, conservas, molhos e condimentos, arroz para bebé e farinhas de arroz, legumes congelados, vinagre gourmet, queijos, transformados de pimentão, refeições prontas, pastelaria congelada e produtos de charcutaria e vinhos, motivou a gerente comercial da Almacenes JR a visitar o Ribatejo, tendo ficado a mesma bastante satisfeita com a qualidade dos produtos desta região.De acordo com a gerente comercial da Almacenes JR, Adriana Rubio Ordoñez, a visita ao Ribatejo foi uma agradável surpresa. Embora já tivesse “noção da qualidade dos produtos alimentares portugueses através das feiras internacionais que frequentam, não pensava que Portugal fosse tão industrializado. Foi com surpresa que verifiquei que as tecnologias de topo instaladas nas empresas portuguesas, as torna competitivas e com grande capacidade de inovação e criação de novos produtos”, informou a responsável da Almacenes JR aquando da sua permanência no território da região.Para além disso, continuou Adriana Rubio Ordoñez, “todas as recepções nas empresas visitadas excederam as expectativas que tinha de Portugal e da sua oferta”, pelo que a realização de negócio é uma hipótese forte.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo