Economia | 05-11-2015 11:10

Nova loja do munícipe aproxima serviços e reduz burocracia em Vila Franca de Xira

Novo espaço centraliza todos os balcões de atendimento do município e dos SMAS. Presidente falou no dia de inauguração de um momento histórico na melhoria da relação entre os munícipes e a câmara.

A nova Loja do Munícipe, em Vila Franca de Xira, abriu portas e vai centralizar num único espaço todos os balcões de atendimento da câmara e dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) que se encontravam espalhados pela cidade. Funciona quase como uma loja do cidadão de nível autárquico, onde os munícipes podem tratar de praticamente tudo o que tem a ver com a sua relação com a câmara num único local, ao invés de percorrerem vários edifícios espalhados pela cidade. Era uma promessa eleitoral do actual presidente, Alberto Mesquita (PS), concretizada dois anos antes do final do mandato.Entre os serviços disponíveis aos utentes estão os de ambiente e espaços verdes, actividades económicas, urbanismo, apoio ao consumidor, atribuição de apoios financeiros, obtenção de certidões e fotocópias, estacionamento, condicionamento de trânsito, toponímia, cemitérios, higiene pública, obras, contra-ordenações, habitação municipal, área de juventude, entre outras. O novo balcão único de atendimento fica situado na Praça Bartolomeu Dias, junto ao centro comercial da Quinta da Mina e tem estacionamento reservado para quem o visita. Abriu ao público na manhã de 27 de Outubro. Alberto Mesquita diz que se trata de um momento histórico na relação entre os munícipes e a câmara. “Damos um enfoque especial nos nossos clientes e uma maior aproximação aos munícipes com menos burocracia. Estamos a fazer a diferença para melhor e queremos facilitar a relação com a administração pública e também recolher opiniões e com isso melhorar a nossa qualidade”, frisou o autarca.O município tem em curso um processo de desmaterialização e hoje em dia já 80 por cento dos documentos são tratados por via digital. “Isso melhora as respostas e permite maiores poupanças”, informou o autarca.O sistema de atendimento será coordenado por senhas, havendo diferentes balcões para os vários serviços. O objectivo é inovar e facilitar a relação dos munícipes com a máquina municipal e há a promessa que desta forma o atendimento será mais rápido e eficaz. Os funcionários também receberam formação específica para acompanhar as diferentes solicitações. A Loja do Munícipe foi criada num espaço que já era propriedade municipal e foram investidos 210 mil euros na sua recuperação e adaptação, mobilizando uma equipa de 23 pessoas que se formaram e prepararam a entrada em funcionamento deste espaço. A implementação da loja foi feita em menos de oito meses, desde a sua concepção até às obras de adaptação. O atendimento realiza-se às segundas, terças, quintas e sextas-feiras das 9h00 às 18h30 e às quartas-feiras das 9h00 às 20h00. A tesouraria estará de portas abertas às segundas, terças, quintas e sextas-feiras das 9h00 às 17h30 e às quartas-feiras das 9h00 às 19h00.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo