Economia | 29-02-2016 20:52

Câmara paga à Misericórdia de Santarém para ter igrejas abertas

A Câmara Municipal de Santarém vai atribuir um subsídio mensal de 1200 euros à Santa Casa da Misericórdia de Santarém.

A Câmara Municipal de Santarém vai atribuir um subsídio mensal de 1200 euros à Santa Casa da Misericórdia de Santarém para que esta instituição garanta a abertura ao público de duas igrejas de que é proprietária e que estão classificadas como monumento nacional. Em causa estão a Igreja da Misericórdia, no centro histórico da cidade, e a Igreja de Nossa Senhora de Jesus Cristo, junto ao edifício sede da Santa Casa.

A proposta de protocolo entre as duas entidades foi aprovada em reunião do executivo camarário, inserindo-se no âmbito da promoção de políticas de preservação e divulgação de monumentos nacionais sitos em Santarém. “O contributo mútuo das instituições reforça esse serviço público com vantagens recíprocas, garantindo a qualidade, segurança e preservação dos bens pertencentes aos monumentos”, lê-se no texto do protocolo a assinar entre autarquia e Misericórdia e que terá um período de vigência de cinco anos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo