Economia | 15-04-2016 12:25

EDP Comercial organiza workshops para autarquias

A EDP Comercial e várias autarquias pertencentes à Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) estão a analisar formas de melhor gerir contratos de energia e detectar oportunidades de maior eficiência energética. O objectivo levou à realização de um workshop no final da passada semana, uma das iniciativas que visam reforçar as competências das autarquias recém-chegadas ao mercado livre de energia e aprofundar o relacionamento entre as duas entidades, acrescentando uma componente de consultoria energética ao contrato de fornecimento assinado em Dezembro de 2015.Com a componente de preço assegurada e estabilizada, a CIMLT e EDP Comercial entenderam em conjunto ser o momento oportuno de, junto das 13 entidades e Juntas de Freguesia da região fazer um balanço do processo de contratação de energia eléctrica da CIMLT fazendo benchmark com o restante mercado. Pretendeu-se ainda dotar as entidades de informação detalhada de ferramentas de gestão contratual quotidiana junto da EDP Comercial, incluindo a desmaterialização do processo de facturação a utilização massiva da plataforma edponline, bem como apresentar as oportunidades existentes de eficiência energética, com apresentação de recomendações customizadas que permitam a racionalização de consumos e respectiva poupança sustentada na factura energética. Estiveram presentes no workshop cerca de 50 representantes das diversas entidades A CIM da Lezíria do Tejo (CIMLT) e a EDP Comercial assinaram em Dez de 2015 um novo contrato de fornecimento de energia eléctrica, pelo período de 24 meses (2016/17), resultado do procedimento para a aquisição centralizada para todas as entidades associadas, incluindo Municípios e Empresas Municipais, num total de 13 Entidades (74GWh/ano). Tal como verificado no contrato anterior (2014/15) todas as entidades associadas CIMLT, irão beneficiar de um preço único, garantindo-se a estabilidade do preço contratual. Destaca-se a adesão de todas as entidades da CIMLT, tornando-se uma vantagem clara para a celeridade do processo de decisão e contratação, com as respectivas economias de escala. Fica assegurado, desta forma, a passagem de cerca de 90% de consumo de energia do mercado regulado para o mercado livre.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo