Economia | 29-01-2017 14:02

Gráfica Almondina produz cerca de um milhão de livros por ano

Gráfica Almondina produz cerca de um milhão de livros por ano
TORRES NOVAS

Empresa de Torres Novas comemora um século de vida em 2018.

A dois anos de completar um século de vida a Gráfica Almondina continua a crescer. Anualmente produz cerca de um milhão de livros, a grande maioria religiosos, sendo, actualmente, a maior gráfica de Igreja Católica em Portugal.

Propriedade da empresa Progresso e Vida, pertença da Diocese e Seminário de Santarém, a Gráfica Almondina dedica-se à impressão de livros, revistas, jornais e catálogos. Entre os jornais está "O Almonda", semanário de Torres Novas que completa 100 anos em 2018, e do "Porta do Sol", boletim informativo da Diocese. Apesar das receitas destes jornais serem simbólicas a empresa não pretende deixá-los pelo caminho devido à antiguidade e à presença da Igreja no meio.

Os administradores da Progresso e Vida consideram que o caminho trilhado pela Gráfica Almondina não foi fácil mas que o balanço é positivo. "Houve um crescimento grande da empresa com a mudança e ampliação das instalações para a Zona Industrial de Torres Novas, em 1997. Adquirimos algumas máquinas que necessitávamos na altura e isso foi muito importante porque passámos a dar uma melhor resposta aos pedidos que tínhamos. Quando nos mudámos do centro histórico da cidade esperávamos crescer mas superou as nossas melhores expectativas", explica João Godinho, administrador e director comercial da empresa.

Um dos grandes saltos foi quando passaram a utilizar o sistema de impressão offset, em 1997. "Apostamos na modernização da impressão e a sua difusão em larga escala, o que nos permitiu melhorar o nosso trabalho significativamente e fazer tudo muito mais rápido", refere o padre Ricardo Madeira, outro dos administradores da Progresso e Vida.

* Entrevista completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo