Economia | 08-02-2017 15:26

Agrocluster Ribatejo identifica restrições à exportação de produtos alimentares

No âmbito do projecto Agriexport, dinamizado pelo Agrocluster Ribatejo em parceria com o Inovcluster, está a ser elaborado um estudo sobre as condicionantes à entrada de produtos portugueses em diferentes mercados externos. Neste momento, já está disponível informação sobre a União Europeia e os Emirados Árabes Unidos.

A elaboração do estudo e a abordagem metodológica assenta no levantamento das principais condicionantes de entrada de produtos alimentares das fileiras mais representativas das regiões Alentejo e Centro, nomeadamente azeite, molhos e condimentos, queijos, carnes (verdes, transformadas e charcutaria), pet-food, arroz e farinhas, vegetais (frescos e ultracongelados), doces, compotas e sumos de frutas, refeições prontas e sobremesas (ultracongeladas).

O estudo, que incide na identificação de restrições específicas de cada mercado, requisitos de certificação, requisitos de embalagem e rotulagem, certificações e vistorias necessárias, normas de segurança alimentar e exigências técnicas, entre outras, será, portanto, uma ferramenta eficaz de apoio à exportação para as empresas agroalimentares.

O documento comtemplará 9 mercados, entre eles a União Europeia, os Emirados Árabes Unidos, Marrocos, Brasil, Estados Unidos da América, Colômbia, México, Panamá e Perú, sendo que a informação síntese referente aos primeiros dois mercados está já disponível emhttp://agrocluster.pt/como-exportar-para-mercados-externos/.

Para mais informações, os interessados podem contactar o Agrocluster Ribatejo através dos contactos [email protected] ou 249 839 500.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1328
    06-12-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1328
    06-12-2017
    Capa Médio Tejo