Economia | 18-05-2017 00:01

Câmara de Constância lamenta encerramento de empresa

Decisão foi justificada com o facto da CGD ter votado contra o plano de reestruturação da empresa.

A Câmara de Constância manifestou esta quarta-feira, 17 de Maio, a sua preocupação pelo encerramento da ETRAM, Empresa Transformadora de Metais, que deixa no desemprego as funcionárias administrativa e de limpeza, afirma um comunicado do município.

A presidente da Câmara Municipal de Constância, Júlia Amorim, esteve esta quarta-feira (último dia de laboração) na empresa, onde reuniu com o administrador e os trabalhadores, aos quais manifestou a sua solidariedade e disse esperar que os salários em atraso sejam regularizados no âmbito do processo de insolvência.

Os serralheiros têm emprego garantido, já que a empresa passa a produção para a Maxperfil – Tecnologia de Chapa, na Batalha, pertencente ao mesmo grupo empresarial. A decisão de encerramento foi justificada com o facto de a Caixa Geral de Depósitos ter votado contra o plano de reestruturação da empresa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Médio Tejo