Economia | 12-09-2017 14:08

Nersant abre portas a novos negócios em Moçambique

Nersant abre portas a novos negócios em Moçambique

Associação Empresarial da Região de Santarém faz balanço muito positivo da acção promocional que realizou nesse país africano.

A Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém faz um balanço muito positivo dos cinco dias em que, em Moçambique, promoveu o potencial económico da região do Ribatejo. Da acção promocional saíram relações reforçadas com o Estado moçambicano que podem consubstanciar-se em vantagens às exportações dos produtos da região para aquele país africano de língua portuguesa.

António Campos, presidente da Comissão Executiva da Nersant, revela que durante a estadia em Moçambique foram muitas as oportunidades trazidas em carteira pela associação empresarial. Uma delas resultou da reunião realizada com o vice-ministro da Indústria e Comércio de Moçambique, Ragendra de Sousa, onde a associação empresarial ficou a conhecer e tomou nota da estratégia futura do Governo moçambicano para a área económica. No âmbito desta estratégia, Ragendra de Sousa confirmou a António Campos a construção da via-férrea de Moatize-Nacala, corredor ferroviário que vai atravessar Moçambique e que será de grande importância para a exportação de produtos portugueses para esse país.

Ainda durante a reunião, ficaram acordadas diversas parcerias futuras entre a Nersant e o Governo de Moçambique, sendo uma delas no âmbito da transferência de tecnologia no sector da agroindústria, área com grande potencial nesse país. Outra das parcerias analisadas foi na área do empreendedorismo, tendo o Governo moçambicano ambicionado replicar no seu território o modelo levado a cabo pela Nersant na região de Santarém.

Para além da reunião com o governante, o presidente da Comissão Executiva da Nersant reuniu ainda com o 2.º vice-presidente da Assembleia da República de Moçambique, Younusse Amad, deputado eleito pela Renamo. Nessa reunião, foi transmitido à Nersant o entendimento deste partido para o futuro de Moçambique, com especial destaque para a o forte envolvimento na promoção da paz e do desenvolvimento económico do país.

A reunião com a delegada da AICEP e Conselheira Económica e Comercial de Portugal em Moçambique, Ana Maria Rosas, foi também um dos momentos importantes dessa acção promocional da Nersant em solo moçambicano. O encontro aconteceu no âmbito da realização do seminário de apresentação do Agrocluster Ribatejo com o tema "Tecnologia e Cooperação como Fatores para o Desenvolvimento do Sector Agrícola e Agroindustrial", que decorreu na FACIM, tendo essa profissional ficado a conhecer não só o trabalho do Agrocluster, mas também da Nersant.

A acção promocional da Nersant em Moçambique decorreu de 2 a 7 de Setembro, em Maputo, e foi dividida em diversos momentos distintos. Para além dos diversos encontros institucionais onde se encetaram negociações para a realização de parcerias de negócios entre os dois países, foi realizada uma visita à FACIM - Feira Internacional de Moçambique, a maior feira comercial de Moçambique, onde a Nersant realizou um seminário e ainda uma mostra que contou com a exibição de alguns produtos portugueses que exemplificaram o que melhor se produz na região de Santarém nos sectores da Alimentação e Bebidas, Construção Civil, Materiais e Máquinas para o Sector de Construção, Metalomecânica e Mobiliário e Decoração. Uma oportunidade para a Nersant reunir com diversos empresários no sentido de apresentar as oportunidades do Ribatejo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Na quermesse das festas de Ulme
    Foto do Dia
    Durante os dias das festas de Ulme, um dos grupos que nunca parou foi o da quermesse. Entre canecas, pratos, chávenas de café, copos e panos de cozinha, tudo podia sair nas rifas vendidas no espaço assegurado por 12 jovens voluntários que ajudaram noite e dia para um objectivo comum: angariar fundos para a construção da sede da Sociedade Recreativa Ulmense.
    Foto do Dia | 25-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo