Economia | 20-09-2017 09:23

Concelho de Abrantes lidera exportações no Médio Tejo

Presidente da câmara elogia dinamismo das empresa instaladas no concelho.

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse na última reunião do executivo, onde se aprovou a venda/permuta de mais cinco lotes no parque industrial da cidade, que as empresas do concelho estão mais competitivas e a exportar mais. A autarca mostrou-se satisfeita com o facto de terem sido vendidos onze lotes nas zonas industriais do concelho, nos últimos quatro anos.

Na ordem do dia estava a "desistência da aquisição dos lotes I15, I16, I17 e I18, no parque industrial de Abrantes, por parte da Implasystem – Implantology Systems que está a aguardar aprovação de candidatura e se vai fixar apenas no lote I15.

Esta desistência permitiu que fosse aprovada a candidatura apresentada pela Treciver - Gestão Ambiental, S.A., para aquisição do lote I16 (com o valor de 1250 euros), situado no parque industrial de Abrantes zona norte, assim como a proposta de permuta dos lotes I40 e I41, pelos lotes I17 e I18 do parque industrial, propriedade da Treciver, cuja proposta de minuta de escritura de compra e venda foram aprovados por unanimidade.

O que vai permitir que a empresa se expanda de forma contínua. A presidente do executivo referiu que a Treciver sempre mostrou interesse em adquirir três lotes contíguos, o que explica a permuta.

A empresa Abrancongelados - Produtos Alimentares, Lda. também viu aprovada por unanimidade a minuta de escritura de compra e venda, para a aquisição de dois lotes (I38 e I40), para expandir o seu negócio.

No final da última reunião antes das eleições autárquicas, a presidente Maria do Céu Albuquerque fez um balanço positivo da evolução empresarial do concelho sublinhando o facto de Abrantes ter aumentado em 25% as suas exportações. "As nossas empresas estão mais competitivas, estão a colocar os seus produtos lá fora, no valor de 163 milhões de euros, somos o concelho mais exportador da nossa região", referiu a autarca.

A presidente da autarquia disse ainda que o município considera-se "parceiro dos investidores", em particular por "criar as melhores condições para a dinamização e expansão dos negócios", dinamizando as zonas industriais, o parque tecnológico do Vale do Tejo e também o centro histórico da cidade.

Maria do Céu Albuquerque recordou também "o grande investimento que foi feito para recuperar o Hotel Turismo, que actualmente apresenta uma taxa de ocupação superior a 40%, criou mais de 40 postos de trabalho".

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística - INE, Abrantes continua a liderar as exportações na região do Médio Tejo , seguido de Torres Novas e Constância, por causa do funcionamento nestes concelhos de grandes empresas como a Mitsubishi, no Tramagal, concelho de Abrantes, a Renova em Zibreira, concelho de Torres Novas e a Caima, em Constância.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo