Economia | 13-11-2017 17:59

Vai ser apresentado o projecto de valorização ambiental no Eco Parque do Relvão

Workshop sobre o EPR.COLAB vai juntar várias empresas na Chamusca.

O projecto dinamizado pela Associação Eco Parque do Relvão para criar um sistema de economia circular de aproveitamento dos desperdícios, vai ser apresentado num workshop no dia 22 de Novembro, no Centro de Artesanato da Chamusca. O projecto EPR.COLAB, financiado pelo Fundo Ambiental, tem por objectivo fomentar parcerias entre empresas que podem trocar produtos com vista ao aproveitamento máximo dos desperdícios, em que todos os intervenientes beneficiam de alguma forma.

Segundo o administrador da Associação Eco Parque do Relvão (AEPR), em Carregueira, Chamusca, a ideia é “desenvolver um circuito de simbiose ambiental”. Domingos Saraiva, numa explicação simples, sublinha que se pretende colocar as empresas a “pensarem entre elas que o que deitam fora pode servir para outros”. Por exemplo, uma empresa que tem excedente de plástico pode entregar esse produto a outra que precise dessa matéria-prima e receber desta, ou de outra, algum material que precise no seu processo produtivo.

O projecto não abrange apenas as empresas instaladas no Eco Parque, estando aberto a todas as empresas que queiram participar, sejam de que região forem. O projecto vai decorrer durante seis meses e se tiver uma boa classificação pode obter financiamento para fases posteriores. “Reconhecendo a potencial mais-valia para a economia e para o ambiente, este projecto foi um dos vinte seleccionados pelo Fundo Ambiental no âmbito do Apoio à Transição para a Economia Circular”, refere a associação.

Neste primeiro workshop EPR.COLAB “serão dados a conhecer os objectivos e potenciais benefícios do Projecto, como estes estão alinhados com a visão original do Eco Parque e da Associação que o enquadra (AEPR) e qual a metodologia de trabalho”.

A iniciativa começa às 10h00 com a sessão de abertura por Domingos Saraiva, seguindo-se a Apresentação da Avaliação do Potencial Estratégico do EPR e Projeto EPR.COLAB. Às 11h45 inicia-se a mesa redonda com administradores de várias entidades: Pedro Afonso Paulo (CITRI), Luís Luiz (COMPONATURA), Manuel Simões (ECODEAL), Claude Saint-Joly (VALORGA) e a moderação de Eduardo Oliveira e Silva. O encerramento está previsto para as 12h45 com o presidente da Câmara da Chamusca e da AEPR.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1326
    22-11-2017
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1326
    22-11-2017
    Capa Vale Tejo