Economia | 25-01-2018 07:03

Estudo da Nersant identifica potencial de exportações do Ribatejo para o Chile

Foram identificados 69 produtos da região com potencial para aumentar as vendas das empresas ribatejanas.

De acordo com um estudo realizado pela Nersant - Associação Empresarial da Região de Santarém existem diversos produtos da região com potencial de exportação para o Chile. Foram identificados 69 produtos da região com potencial para aumentar as vendas das empresas ribatejanas no mercado chileno.


Existem, no documento, diversas secções em destaque, que apresentam, cada uma, valores de mercado potencial acima dos 150 milhões de euros. São elas produtos das indústrias alimentares, bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres, tabaco e seus sucedâneos manufacturados, onde foram seleccionados quatro produtos com um potencial de mercado de 334 milhões de euros, com especial destaque para os açúcares em estado sólido e nas cervejas de malte com um mercado potencial de 143 e 131 milhões de euros, respectivamente. Nos produtos das indústrias químicas ou das indústrias conexas foram identificados sete produtos com um potencial de exportação de 220 milhões de euros, com destaque para as preparações tensoactivas com 78 milhões de euros e os insecticidas com 58 milhões de euros.


Com mercado potencial acima de 150 milhões, estão ainda os plásticos e suas obras, borracha e suas obras, onde foram identificados cinco produtos com um mercado potencial de 175 milhões de euros, com evidência para os sacos de polímeros de etileno e os serviços de mesa e outros utensílios de mesa com 61 e 52 milhões de euros respectivamente e ainda metais comuns e suas obras, onde foram identificados sete produtos com um mercado potencial de 196 milhões de euros.


Referência ainda para a secção matérias têxteis e suas obras, com 10 produtos e um mercado potencial de 260 milhões de euros, bem como para a secção referente a material de transporte, o sector chileno que mais importa (com 1,1 mil milhões de euros).


Para além da informação sobre os produtos com potencial de exportação para o Chile, a Nersant dispõe ainda de informação complementar sobre “Como exportar para o Chile”, onde dá a conhecer as relações económicas e comércio internacional do país, o seu carácter fiscal e procedimentos para a exportação.


De referir que os estudos de mercado de apoio à exportação que a Nersant está a distribuir gratuitamente pelas empresas da região são uma iniciativa da associação ao abrigo do projecto de apoio à internacionalização Exportintelligence, financiado pelo Compete 2020.


Os interessados em adquirir estes estudos de mercado, devem contactar a Nersant através dos contactos datic@nersant.pt ou 249 839 500.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo