Educação | 16-05-2006 15:27

Câmara da Barquinha encerra escolas para melhorar ensino

A presença do Secretário de Estado da Educação, Valter Lemos, em Vila Nova da Barquinha na passada sexta-feira, 12 de Maio, na sessão de abertura do Fórum Educação promovido pela Civilis – Associação para a Cidadania e Desenvolvimento, serviu de rampa de lançamento para a Carta Educativa do concelho.O presidente da câmara local, Miguel Pombeiro (PS), fez questão de apresentar a Valter Lemos, o plano de reorganização da rede escolar do concelho, que prevê o encerramento de várias escolas do primeiro ciclo. O objectivo é transformar a rede escolar do concelho, em apenas dois pólos. Um que servirá as freguesias de Vila Nova da Barquinha, Moita do Norte e Atalaia, e outro que se organizará na Praia do Ribatejo, no sistema de escola integrada, desde o ensino pré-primário até ao nono ano de escolaridade.“Vamos deixar de ter mais de uma dezena de edifícios e isto provoca um conjunto de alterações muito grande. Mas não vamos fechar escolas por fechar. Queremos ter um ensino de qualidade e de referência”, diz o presidente da câmara.Segundo Miguel Pombeiro, o reordenamento da rede escolar em territórios educativos, vai permitir uma melhoria na gestão dos recursos humanos e uma maior facilidade na “implementação de uma escola de dia inteiro”, com horários alargados e actividades para o preenchimento dos tempos extra–curriculares. Confrontado com a Carta Escolar de Vila Nova da Barquinha, que aguarda o parecer da Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DREL), o Secretário de Estado da Educação enalteceu o “trabalho de casa” da autarquia e lembrou que, durante os próximos quatro anos, a reorganização da rede escolar nacional será colocada em prática.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo