Educação | 12-10-2006 15:47

Alunos sem aulas há uma semana por falta de professor

Os alunos do segundo ano da Escola dos Combatentes, em Santarém, estão sem aulas desde sexta-feira, 6 de Outubro, por não terem professor. A situação foi denunciada ao nosso jornal por uma mãe e confirmada pelo Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano. A professora colocada no início do ano pediu baixa médica prolongada e o agrupamento solicitou logo ao Ministério da Educação a substituição da docente. Durante cinco dias um professor de apoio ainda garantiu o ensino aos cerca de vinte alunos. Mas como tem de desempenhar também funções noutras escolas do agrupamento as crianças do segundo ano da escola dos Combatentes acabaram por ficar sem aulas.Durante esta semana os alunos tiveram de ficar ao cuidado da família, o que revoltou pais e encarregados de educação, que chegaram a admitir encerrar a escola a cadeado. A insatisfação é do conhecimento do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano. A vice-presidente Margarida Taborda garante que o pedido de substituição da professora foi feito logo que lhe foi passada a baixa médica. Mas até à manhã desta quinta-feira não teve mais informações acerca da colocação do professor substituto.“O Ministério da Educação há-de colocar alguém. O concurso de professores está feito”, lembra a responsável, ressalvando que o agrupamento e a escola são alheios à situação que está a causar transtornos aos pais.Margarida Taborda revelou ainda que também na escola das Fontainhas se está a passar situação semelhante e que esta quinta-feira os alunos de uma das salas já devem ter ficado também sem aulas por falta de professor. O processo é semelhante ao que se verifica na escola dos Combatentes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo