Educação | 22-07-2008 09:08

Licenciatura inédita no Politécnico de Tomar

Foi criada no Instituto Politécnico de Tomar (IPT) a primeiro licenciatura dedicada especificamente ao estudo do cinema documental, denominada Vídeo e Cinema Documental. O curso entra em funcionamento no próximo ano lectivo na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA). Trata-se de um curso de documentário em que se sublinha de raiz a diferença entre este e a reportagem. Em conformidade, não se trata de um curso de audiovisual jornalístico, mas sim de um curso de clara vocação artística na área do cinema e do vídeo onde a formação artística é entendida como base e elemento catalisador da própria formação em áreas comunicacionais.História e Experimentação são os dois pólos estruturantes do curso. O trajecto curricular do aluno está assente num intenso contacto com a história e a teoria do cinema, por um lado, e no exercício directo da criação, livre e regular, por outro. O curso possui ainda uma forte “vocação internacional” em todas as suas etapas curriculares e pós-curriculares, onde se inclui a realização de vários seminários que complementam o currículo permanente e também a criação de um pólo produtor e co-produtor de nível internacional, visando a imediata integração do curso e dos formandos nas redes europeias do documentário. Na ESTA já existem os cursos de Comunicação Social, Tecnologias de informação e Comunicação, Design de Desenvolvimento de Produto e Engenharia Mecânica.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo