uma parceria com o Jornal Expresso
23/06/2017
30 anos do jornal o Mirante
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
Educação | 16-11-2009 13:38
Escola Superior de Tecnologia lança concurso para futuras instalações
O concurso para as futuras instalações da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA) vai ser lançado terça-feira, integrado nas comemorações do 10º aniversário da instituição.Instalada há uma década no centro da cidade, em edifícios antigos e com muitas deficiências, a nova ESTA, que integra o Instituto Politécnico de Tomar (IPT), será deslocalizada para o complexo do Tecnopólo do Vale do Tejo, em Alferrarede.O projecto já foi aprovado pelo Ministério da Educação que o IPT candidatará a fundos comunitários. A Câmara Municipal de Abrantes assumiu a responsabilidade de concepção do projecto de execução das novas instalações, a cedência de área no espaço do Tecnopólo, e a comparticipação nacional do valor total do investimento.António Pires da Silva, presidente do IPT, disse à Agência Lusa que o projecto da nova ESTA “vai estabelecer melhores condições e proporcionar a sua instalação definitiva num espaço onde terá as infra-estruturas necessárias ao desenvolvimento das suas actividades, com laboratórios do mais avançado que existe no país”.“O momento que vamos assinalar vai projectar a ESTA para o futuro, não só em Abrantes ou Tomar, mas em todo o território do Médio Tejo, com cursos do maior interesse para a região e para o país”, afirmou.A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse que a ESTA será instalada em edifícios já existentes, que “serão recuperados e adaptados às novas funções, e onde toda a comunidade educativa será valorizada pela dimensão a que vai ficar associada”.“Abraçamos um projecto muito ambicioso que visa instalar a ESTA de forma definitiva e criar sinergias de modo a que a comunidade docente e a estudantil coloquem o conhecimento ao serviço das empresas e da comunidade”, sustentou. Segundo a autarca, as novas instalações vão estender-se por uma área de 10 mil metros quadrados e as obras durarão dois anos, prevendo-se que esteja a funcionar em pleno a partir do ano lectivo 2011/2012.“Com esta deslocalização para Alferrarede”, freguesia situada na periferia urbana da cidade, “a autarquia compromete-se também a criar residenciais para estudantes no centro histórico de Abrantes, a par dos respectivos acertos nos horários e na quantidade de transportes públicos urbanos, atendendo aos fluxos necessários”, afirmou a responsável.Actualmente com cerca de 700 alunos, “futuramente com capacidade para acolher mais 200”, a ESTA oferece hoje licenciaturas em Comunicação Social - adaptada a Bolonha -, Engenharia e Gestão Industrial, Engenharia Mecânica, Tecnologias de Informação e Comunicação, Design e Desenvolvimento de Produtos e Vídeo e Cinema Documental pós-graduação.
Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Edição Semanal
    Edição nº 1304
    22-06-2017
    Capa Vale do Tejo
    Edição nº 1304
    21-06-2017
    Capa Médio Tejo