Educação | 28-03-2012 07:56

Escolas de Santarém com “educação para a interculturalidade”

Cerca de 750 alunos de 14 escolas do primeiro ciclo de Santarém foram abrangidos pelo projecto ‘Educação para a Interculturalidade – que bom que é haver diferenças’, que passou pelo contacto com a realidade cultural das populações imigrantes.O projecto visa a “adoção de uma atitude mais tolerante e mais aberta para com todos os alunos que pela sua origem nacional, cor de pele, características físicas, condição social ou prática religiosa, possam ser alvo de discriminação, humilhação ou violência”, bem como “aumentar o respeito pela diferença e desenvolver sentimentos de tolerância”, afirma a autarquia em comunicado.Numa das escolas, as mães dos alunos fizeram, na passada sexta-feira, apresentações de uma receita e prova de um doce tradicional ucraniano, de um vídeo com as lendas e mitos vindos do Brasil e a preparação de um chá de ervas tradicional chinês.Foram ainda distribuídos a todas as escolas participantes dois livros intitulados ‘Baú da Interculturalidade (Contos Populares de Países Terceiros)’ e ‘Kit Intercultural (Usos e Costumes de Países Terceiros)’, resultantes da vasta colaboração intercultural que envolveu cidadãos imigrantes e cidadãos portugueses residentes no concelho de Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo