Empresa da Semana | 21-01-2010 12:18

Susana Rodrigues dá consultas de nutrição em Santarém e Almeirim

Susana Rodrigues diz que já em criança queria ter uma profissão relacionada com a área da saúde. Mais tarde, enquanto jovem estudante hesitou entre pediatria e nutrição. Optou por ensinar os pacientes a comerem da melhor forma e é o que faz actualmente. Dá consultas em duas clínicas – uma em Almeirim e outra em Santarém – e também numa parafarmácia em Santarém.A nutricionista afirma a O MIRANTE que o ambiente familiar foi determinante para a sua escolha. “Em casa sempre vivi num ambiente de grande preocupação com a alimentação. Os meus pais sempre fizeram questão que tivéssemos uma alimentação saudável e correcta e isso acabou por ser importante na altura de escolher uma vertente profissional”, refere.A profissional, que após o seu curso fez estágio durante seis meses no Centro de Saúde de Santarém, explica que um nutricionista é um educador de saúde e que cada paciente é único. Por isso é necessário um diagnóstico específico para as suas características. “Na primeira consulta avaliamos o problema que trouxe o paciente à consulta. Que pode ser por questões de saúde, que são as principais, mas também por questões estéticas uma vez que a pessoa pode não se sentir bem com o seu corpo. Em seguida avaliamos a sintomatologia do paciente bem como a sua composição corporal. O que nos vai permitir fazer um plano individual mais rigoroso”, salienta.Segundo a nutricionista, o número de obesos em Portugal está a aumentar tanto em adultos como nas crianças. A vida mais agitada e o sedentarismo levam a que se coma mal nas casas portuguesas. “As pessoas não têm tanto tempo livre como antigamente e normalmente chegam sempre tarde a casa e optam pela chamada comida rápida que não é nada saudável”, refere.Diabetes e problemas cardíacos estão geralmente associados ao excesso de peso por isso, como explica Susana Rodrigues, é fundamental apostar num estilo de vida saudável. A nutricionista desmistifica um dos grandes “problemas” de quem faz dieta. “Deve-se comer pão, de preferência pão de mistura. Temos é que ter cuidado com o que colocamos lá dentro. Devemos optar por queijo magro ou fresco e fiambre de aves, peru ou frango. Também se pode colocar margarina vegetal, mas não se deve exagerar na quantidade”, recomenda.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo