Empresa da Semana | 09-09-2010 09:58

Alves e Paninho há nove anos a dar cartas no ramo automóvel

A Alves e Paninho situa-se na rua José Relvas - Estrada Nacional 118, um local considerado estratégico para o sucesso da empresa, como explicou a O MIRANTE o sócio-gerente, António Alves. Dedica-se à venda de carros usados tendo também serviço de oficina. A empresa existe desde Outubro de 2001. Vende modelos de todas as marcas que são comercializadas em Portugal. Segundo António Alves, a Toyota é a marca mais vendida na Alves e Paninho. “Antes de abrirmos a empresa trabalhamos na Toyota e talvez por isso haja uma maior tendência para vendermos mais essa marca”, explica António Alves. As instalações da Toyota onde os sócios-gerentes trabalhavam situavam-se no espaço onde funciona actualmente a Alves e Paninho. Quando a empresa fechou António Alves e Rui Paninho adquiriram as instalações e criaram uma sociedade.Desde que arrancaram com o negócio por conta própria que os empresários já passaram por duas grandes crise económicas, por isso sabem que não podem descurar nenhum aspecto do negócio. “Começamos a conduzir um barco, navegamos em alto mar e agora temos que nos preocupar em levá-lo a bom porto, cumprindo todos os compromissos”, afirma António Alves. “O grande problema é que as pessoas não têm poder de compra. Alguns clientes têm dificuldades em verem os créditos aprovados e isso dificulta a compra. As prestações para pagar os carros são elevadas e nem todas as pessoas têm disponibilidade financeira”, lamenta, acrescentando que, contra todas as previsões, 2009 foi um bom ano de vendas.A Alves e Paninho vende, em média, cerca de dez automóveis por mês. “Para os tempos que correm é muito bom”, realça. Enquanto Rui Paninho é responsável pela parte de oficina António Alves dedica-se à venda dos carros. “Tendo em conta que sou o único vendedor é muito bom aquilo que conseguimos vender”, diz.A oficina da Alves e Paninho dedica-se a todos os problemas de mecânica e executa também trabalhos de pintura e chapa. Avarias electrónicas são os problemas mais comuns que levam as viaturas à oficina da empresa de Alpiarça. Com uma equipa de sete funcionários a Alves e Paninho funciona de segunda a sexta-feira das 08h30 às 20h00 e aos sábados das 09h00 às 13h00.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1352
    24-05-2018
    Capa Vale Tejo