Empresa da Semana | 02-10-2013 17:19

Modernidade e proximidade são apostas dos laboratórios J. Leitão Santos

Modernidade e proximidade são apostas dos laboratórios J. Leitão Santos
O laboratório de análises clínicas J. Leitão Santos tem duas dezenas de postos de colheita distribuídos numa zona que vai de Moscavide até Alcobaça. Emprega cerca de quarenta pessoas e atende uma média de trezentos utentes diariamente. Com sede na Praça Cova do Bicho, em Alverca do Ribatejo, é especializado nas valências de Hematologia, Bioquímica, Microbiologia, Endocrinologia, Imunologia, Toxicologia, Monotorização de Fármacos e Biologia Molecular. Presta serviços ao domicílio e na área da Medicina do Trabalho. A Dra., Gizela Santos, farmacêutica especialista em análises clínicas e responsável pela gestão de qualidade, assegura que os resultados são obtidos apenas em algumas horas. Uma das apostas de sucesso da empresa tem sido a proximidade desenvolvida com os utentes que têm a possibilidade de acompanhar o seu produto biológico e visitar as instalações laboratoriais. A simpatia de todos os funcionários é garantida nesta empresa que aposta na interacção com a comunidade. “Desenvolvemos campanhas de saúde pública e estamos presentes nas escolas para fazer apresentações a nível das saídas profissionais”, informa a Dra. Gizela Santos. É com satisfação que a responsável pela Gestão de Qualidade do Laboratório J. Leitão Santos afirma que o mesmo foi um dos primeiros a nível nacional a ser informatizado. As análises são feitas com recurso a tecnologia de ponta que assegura a qualidade e fiabilidade dos resultados. São usados tubos primários e recipientes com produtos biológicos identificados por códigos de barras para não existir a possibilidade de troca de amostras. O objectivo é reduzir o erro ao máximo. Uma das inovações é também o envio dos resultados das análises através do correio electrónico o que permite que o utente não se tenha que deslocar. Uma das preocupações do Dr. Jorge Leitão Santos, director técnico da empresa, é a crescente limitação de escolha dos laboratórios de análise por parte do utente, imposta pelo governo, e a existência de postos de colheitas ilegais e sem garantia de qualidade. No entanto, o director diz-se “muito satisfeito e orgulhoso” do que conseguiu construir. O Dr. Leitão Santos nasceu no Funchal e tirou o curso de Farmácia entre Lisboa e o Porto. No tempo da guerra colonial, foi para Angola em serviço militar e ficou responsável por um laboratório de análises clínicas no Hospital Militar Principal de Luanda. Ali, estabeleceu-se por conta própria mas devido à descolonização teve que regressar a Portugal. Começou por ser professor assistente na Faculdade de Farmácia de Lisboa, porém o gosto pelo trabalho no terreno levou-o a instalar um laboratório na Póvoa de Santa Iria em 1977. O crescimento foi possível graças a seriedade e à competência dos colaboradores da empresa. Em Alverca, o laboratório de análises clínicas está aberto das 7h30 às 20h, nos dias de semana e das 8h às 13h, ao sábado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo