Entrevista | 14-10-2013 13:57

Novo presidente da Câmara de Salvaterra quer acabar com o medo na autarquia

Novo presidente da Câmara de Salvaterra quer acabar com o medo na autarquia

Funcionário da Câmara de Salvaterra de Magos há mais de 30 anos, Hélder Esménio conseguiu conquistar ao Bloco de Esquerda a única autarquia que geria no país. O facto de ser trabalhador municipal e vereador da oposição não foi fácil pois depressa se tornou numa espécie de "ódio de estimação" da ex-presidente Ana Cristina Ribeiro, que agora lhe deu os parabéns mas disse que ele seria o pior presidente do município. Indiferente às críticas e ao mau perder, Esménio quer criar uma equipa onde todos são importantes independentemente do partido político que está no poder. A saúde e o desenvolvimento económico do concelho vão ser as suas prioridades.

O candidato do Partido Socialista (PS) e funcionário municipal, Hélder Esménio, conseguiu conquistar a Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, até agora liderada por Ana Cristina Ribeiro (BE), ao vencer as eleições autárquicas realizadas a 29 de Setembro. Apesar de optar por desvalorizar a situação, a verdade é que após a noite eleitoral os dias na autarquia onde trabalha não têm sido fáceis. "Anita" felicitou Esménio pela vitória apenas na reunião camarária que se realizou na quarta-feira seguinte mas mostrou mau perder ao afirmar, depois de lhe dar os parabéns, que este seria o pior presidente de câmara que o município iria ter.Alguns colegas deram-lhe os parabéns, mas admite que outros tiveram medo de felicitar o novo presidente da autarquia. Esménio recusa empregar a palavra "ditadura" para definir a gestão de Anita mas afirma que a gestão "determinística" e "muito controlada" da presidente cessante fez com que alguns funcionários tenham medo de exprimir a sua opinião. * Entrevista completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo