Entrevista | 26-11-2013 13:29

Director das bibliotecas públicas de Vila Franca proibiu "As 50 sombras de Grey" por ser intragável

Director das bibliotecas públicas de Vila Franca proibiu "As 50 sombras de Grey" por ser intragável
O facto de o romance erótico "As cinquenta sombras de Grey" ser o livro mais vendido no mundo no último ano e meio, não é suficiente para fazer parte do espólio das bibliotecas públicas municipais do concelho de Vila Franca de Xira. O director da rede de bibliotecas, Vítor Manuel Figueiredo, leu a obra e classificou-a como demasiado má para ser adquirida pelo município e disponibilizada aos utentes das bibliotecas. "Sem desconsideração por quem tem o livro e quem gostou de o ler, a verdade é que este é um livro mal escrito, intragável. É má literatura", critica. Cinquenta Sombras de Grey, livro que relata as aventuras sexuais de uma jovem inexperiente com um milionário que gosta de sadomasoquismo, vendeu 250 mil unidades em Portugal e 70 milhões em todo o mundo, rendendo à autora 95 milhões de dólares.* Entrevista completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1355
    13-06-2018
    Capa Médio Tejo