Entrevista | 14-11-2016 00:04

Vítor Guia e Joel Marques em Duetos Improvisados

Vítor Guia e Joel Marques em Duetos Improvisados
ENTREVISTA

Uma hora de conversa entre os presidentes de Junta de Freguesia da Carregueira e da Azinhaga.

Joel Marques, autarca eleito pelo PS, não se pronuncia sobre a "Operação Marquês", o processo de investigação que tem como principal alvo José Sócrates, mas pronuncia-se sobre o trabalho político do ex-primeiro-ministro e sobre a sua personalidade, sem papas na língua.

"Fui ao lançamento do livro "O Dom Profano" e fiquei admirado com a capacidade que ele tem de movimentar tanta gente de todas as idades e de todos os extractos sociais. A sala estava completamente cheia. Para mim ele foi sempre um líder carismático e tenho simpatia por algumas políticas dele. Ele conseguiu ter uma visão para o país. Faltam-nos líderes como ele. Políticos que consigam olhar para o futuro em vez de políticos que só sabem tratar dos assuntos do dia a dia", diz.

O presidente da Junta de Freguesia da Azinhaga não foi ao lançamento do livro e explica porquê. "Ele foi a maior desilusão da minha vida em termos políticos. Foi o político em quem mais acreditei e aquele que mais me desiludiu. Quando ele era ministro do Ambiente estava acima de tudo e a sua maior preocupação era o país mas depois, como primeiro-ministro, foi um fiasco total. Tornou-se inclusivamente um mentiroso compulsivo", considera Vítor Guia.

Para reforçar as sua opiniões conta alguns episódios. "Um dia, como ministro do Ambiente, uma presidente de câmara socialista disse-lhe que se ele fosse inaugurar um aterro, como estava programado, ela perderia as eleições. Ele apenas lhe respondeu que o problema era dela e que ele estava ali para servir o país e não o partido. Também o ouvi dizer noutra altura a um responsável pela Reserva Natural do Paul do Boquilobo que aquilo não era uma quintinha dos vigilantes e dos directores e que tinha que ser aberto ao público. Naquela altura eu pensava que finalmente iam acabar os paninhos quentes mas como primeiro-ministro vi-o fazer exactamente o contrário. A minha desilusão com ele não foi por causa disso".

* Entrevista completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo