Entrevista | 12-06-2019 10:00

Helena Inácio

Helena Inácio
AGORA FALO EU

Gerente da “Helena Inácio Doçaria Tradicional”, 66 anos, Ribeira Ruiva, Torres Novas

Gosta de grandes reuniões familiares? Gosto muito de reuniões familiares grandes e gosto de ter a casa cheia de pessoas. Adoro acolher pessoas na minha casa, traz-me alegria.

Era capaz de se tornar vegetariana? Não, só seria vegetariana por necessidade, por um motivo muito forte de saúde, por exemplo.

Quando viaja prefere que meio de transporte ? Prefiro o automóvel. O carro é as minha pernas, vou para todo o lado de carro.

Acha que o sistema de justiça funciona? Não funciona a maioria das vezes. Peca por lentidão e até mesmo por falta de bom senso.

Se lhe saísse o Euromilhões qual era a primeira coisa que fazia? Nunca seria capaz de deixar de trabalhar. Poderia ter horários mais leves, mas sem deixar de trabalhar. Gostava sobretudo de ajudar a família.

Conseguia viver sem telemóvel? Sim, deixo o telemóvel por todo o lado, muitas vezes deixo-o em casa. Para mais não gosto de grandes conversas por telefone ou telemóvel, as minhas conversas são mesmo o essencial.

Nas férias prefere praia, campo ou neve? Qualquer sítio é bom desde que seja sossegado. Gosto de praia mas prefiro as mais calmas e com menos pessoas. Aprecio muito ver coisas diferentes e ver paisagens naturais bonitas.

Qual é o objecto que nunca fica em casa? Todos os objectos são bons para ficarem em casa, qualquer um serve. Já cheguei a sair de casa com os sapatos de cores diferentes, sou muito distraída. Nessa ocasião todas as pessoas que viam brincavam e diziam que estava muito bonita, só passado algum tempo é que notei a diferença.

Gosta de comemorar o seu aniversário? Gosta de receber prendas? Gosto de comemorar o meu aniversário, mas como faço anos a 19 de Dezembro, esse dia é o primeiro grande dia de produção para o Natal. Desse modo, não tenho oportunidade de o comemorar devidamente. Prendas materiais não ligo e não dou importância.

Alguma vez sentiu orgulho em ser cidadã europeia? Sim, sinto orgulho, é uma maneira de estarmos ligados com outros países e pessoas. Tenho orgulho em ser cidadã europeia e em ser portuguesa.

Qual a tradição que nunca podemos deixar morrer? Todas as tradições portuguesas são para manter, como por exemplo a doçaria.

Prefere cozinhar ou que cozinhem para si? Sabe bem sentar-me e ter a comida na mesa, porém gosto de cozinhar. Mas gosto de cozinhar com tranquilidade e como a minha vida é passada na correria é mais prático ir comprar comida pronta.

Qual o seu prato favorito? Como tudo menos favas. A sobremesa preferida é mousse de chocolate.

Que estação do ano prefere? Gosto mais do Inverno, porque se tiver frio visto mais peças de roupa.

Do que mais gosta do Verão? Do que eu gosto mais do Verão é quando ele acaba. Faço muitas feiras e trabalhar com o calor é difícil.

Como é um dia bem passado? Um dia bem passado é acordar e dar comida aos animais (cão, patos e galinhas), ter um bom pequeno-almoço e deixar-me estar descansada em casa.

Qual a região do nosso país que mais gosta? Gosto muito do norte de Portugal, mas adoro o Alentejo. Contudo, sou ribatejana com muito orgulho.

Quais as qualidades que mais aprecia numa pessoa? O que valorizo mais numa pessoa é a honestidade.

Alguma vez deu sangue? Nunca dei sangue, nunca calhou.

O que gosta mais de fazer na vida? Adoro a minha profissão, faço bolos e doçaria com muito prazer. Porém, adorava ter sido enfermeira, gosto de ajudar os outros. As duas melhores coisas na minha vida são ajudar os outros e trabalhar.

Qual a sua melhor qualidade e qual o seu maior defeito? O pior defeito é a teimosia. A melhor qualidade é ser trabalhadora.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1407
    13-06-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1407
    13-06-2019
    Capa Médio Tejo